menu Inicio
Atualizações

Bovespa fecha em alta, mas tem pior resultado semanal desde 2011

Rones FM | 28/02/2020

Nesta sexta, o Ibovespa subiu 1,15%, a 104.171 pontos. Na semana, índice acumula queda de 8,37%, pior resultado desde a semana encerrada em 5 de agosto de 2011, segundo a Economatica.

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, fechou em alta nesta sexta-feira (28), após duas fortes quedas na semana, em meio à continuidade dos temores sobre a expansão do novo coronavírus e os seus impactos na economia global. Já o dólar engatou a oitava sessão de alta seguida, fechando a semana a R$ 4,48.

O Ibovespa subiu 1,15%, a 104.171 pontos. No dia anterior, a bolsa havia caído 2,59%, a 102.983 pontos, após ter despencado 7% na quarta-feira (26).

No ano, o Ibovespa acumulou queda de 9,92% e, no mês, o recuo chega a 8,43%. Na semana, o índice acumula perdas de 8,37%, o pior resultado desde a semana encerrada no dia 5 de agosto de 2011, segundo a Economatica.

Durante essa sexta, o índice chegou a ter perdas de mais de 2% e só reverteu direção no final da tarde, após o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell, afirmar que a economia dos EUA permanece em condição sólida, embora o surto de coronavírus represente um risco, e que o banco central agirá como apropriado para fornecer apoio.

O avanço da epidemia do novo coronavírus pelo mundo tem provocado abalos nos mercados globais e elevado as preocupações de investidores e governos sobre o impacto da propagação do vírus nas cadeias globais de suprimentos, nos lucros das empresas e na desaceleração do crescimento da economia global.

Embora o maior número de casos confirmados e os principais impactos ainda estejam concentrados na China, o coronavírus já se espalhou por mais de 40 países de todos os continentes, provocando o fechamento de fábricas, interrupção de produção, fechamento do comércio e a paralisação de atividades também em países como Coreia do Sul, Japão e Itália.

No exterior, o mercado de ações da Europa registrou a pior semana desde 2008 e perdeu US$1,5 trilhão com medo do coronavírus. Na China, os índices acionários encerraram o pior mês desde maio do ano passado, com os temores sobre o surto de coronavírus se tornar uma pandemia.

Escrito por Rones FM

Comentários

Este post tem atualmente nenhum comentário.

Deixe uma Resposta






  • cover play_circle_filled

    Rones FM

play_arrow skip_previous skip_next volume_down
playlist_play